Skip to Content

Qual o conceito de indústria 4.0 e como aplicá-lo o quanto antes?

julho 21, 2021 Por Antonio Brito

Indústria 4.0, um conceito que surgiu em 2012 na Alemanha para descrever a adoção de tecnologias como software na nuvem, conectividade entre máquinas, capacidade de análise e inteligência artificial, entre outras, ainda desperta dúvidas e o termo cria mitos e promessas, como revolucionar o dia a dia das empresas.

Vou tentar neste post desmitificar os principais pontos da Quarta Revolução Industrial!

O que é Indústria 4.0?

Em 2012, Siegfried Dais, Henning Kagermann e seu grupo de estudos interessado em aumentar a eficiência da indústria alemã apresentaram um relatório de recomendações para o governo alemão, planejando a implementação e desenvolvimento do que chamaram de indústria 4.0.

A expressão é usada para definir a forma como os fabricantes adotaram a tecnologia não só para automatizar processos de manufatura e ampliar sua eficiência. O conceito vai muito além disso: a ideia é destruir antigos modelos de negócio e mudar a forma como as empresas operam no seu núcleo.

Portanto, estamos diante de uma manufatura que respira inovação. Para apoiar essa mudança, as fábricas do futuro investem pesado em recursos tecnológicos, como a nuvem, a capacidade de análise, a Inteligência Artificial e a Internet das Coisas.

O cotidiano em que 'máquinas conversam com máquinas' e em que a inteligência artificial potencializa o talento humano está a um passo.

Quais são os desafios para se adotar esse conceito no Brasil?

É preciso estar preparado para os obstáculos no caminho, como em todo processo de mudança rápida que lida com inovação. Colocar o conceito de Indústria 4.0 em prática no Brasil (e no mundo) exige vencer quatro vilões:

  • sistemas desconectados;
  • falta de compromisso dos executivos, que são os principais patrocinadores dessa mudança cultural e de processos;
  • ausência de caminhos claros para a transformação da manufatura de 3.0 para 4.0;
  • carência de um modelo unificado de dados, que auxilie a análise e o processo de tomada de decisão das companhias interessadas em dar esse salto quântico.

Quais são os impactos positivos da Indústria 4.0?

A chegada da Indústria 4.0 abre espaço para bem mais que uma simples modernização dos meios de produção. Na prática, ela sinaliza uma mudança de paradigma no planejamento e desenvolvimento de produtos.

Com a proposta básica de conectar máquinas, sistemas e ativos em redes inteligentes, espera-se que toda a cadeia produtiva possa operar de forma totalmente independente.

A Indústria 4.0 tem o potencial de tornar mais eficientes todos os aspectos da organização, tanto do ponto de vista dos empregados, quanto de processos de negócios e de ativos.

Além disso, com o foco em proporcionar uma experiência diferenciada ao cliente, ela é capaz de reduzir custos, diminuir o uso de insumos e recursos e estimular a adoção de novos modelos de receita por meio da prestação de serviços.

Como começar a aplicar esse conceito na manufatura?

Segundo a CNI, o Brasil tem cerca de 700 mil negócios industriais, mas ainda ocupa a 62ª colocação no Índice Global de Inovação. Ganhar posições neste ranking implica trabalho, dedicação e disciplina. Lembremos: Indústria 4.0 não é uma máquina que se instala e passa a funcionar imediatamente!

O ideal é que as lideranças estejam dispostas a estimular esse processo inovador. Paralelo a isso, algumas boas práticas fazem a diferença:

Transforme a cultura organizacional

Para que uma verdadeira revolução aconteça na manufatura, é fundamental que toda a cultura organizacional seja transformada. Estimule a inovação e uma visão mais ampla e moderna sobre tudo o que se pode alcançar com o apoio dos recursos certos.

Invista em computação em nuvem

Os conceitos de Indústria 4.0 de análise de dados, ubiquidade, integração e inteligência exigem a capacidade de compartilhar e processar dados entre sites e empresas. A tecnologia que habilita isso é a computação em nuvem. Efeitos positivos do investimento incluem maior segurança de dados, escalabilidade e liberação de recursos para inovar no core business da empresa.

Aposte na Internet das Coisas

A Internet das Coisas habilita que máquinas conversem com máquinas. Ao reportar o estado de um equipamento, os sensores e atuadores geram dados, que transformados em informação para a tomada de decisão que estende a vida útil, dispara pedidos de intervenção das equipes de manutenção e possibilita a correta calibração do equipamento. Melhor qualidade, menor gasto operacional e menor investimento no longo prazo são benefícios que brilham os olhos de gestores e acionistas.

Integre sistemas

Não há como falar em Indústria 4.0 sem integração de sistemas. Afinal, com tantas máquinas, softwares, pessoas e equipamentos operando, é necessário garantir que uma infraestrutura de coleta, limpeza e processamento de dados para imediata tomada de decisão – seja por uma pessoa, seja por um algoritmo.

Escolha bem suas ferramentas tecnológicas

Uma manufatura que respira tecnologia é o que todo gestor atento às tendências deseja. Mas é válido mencionar que qualquer investimento deve ser bem planejado. Sendo assim, aposte em soluções realmente inovadoras. Aqui na Infor, por exemplo, oferecemos os ERPs apropriados para a indústria de processos (como as CloudSuites para Alimentos e Bebidas, Distribuição e Químicos) e ERPs criados para a indústria de manufatura discreta (como as CloudSuites para Manufatura Industrial, Automotiva, Alta Tecnologia), além de soluções de Supply Chain Management, Gestão de Armazenamento e Gestão de Ativos de Manutenção.

E para dar o primeiro passo? Já identificou pontos em seu negócio que trazem benefícios ao contar com essa integração, inteligência e ubiquidade? A pandemia de Covid-19, fez com que muitos negócios abandonassem modelos tradicionais de gestão e investissem no digital.

Esse é o momento ideal para investir na Indústria 4.0 e desfrutar de todos os seus benefícios. Essa evolução abre portas para novos patamares de receitas, capital humano, eficiência operacional e importância aos clientes. É a melhor maneira de se manter relevante e continuar crescendo em um mundo cada vez mais digital.

Gostou deste post? Então, que tal aprofundar seus conhecimentos sobre o tema? Não perca tempo e baixe o e-book Indústria 4.0: os benefícios de uma fabricação melhor, mais rápida e inteligente!

Arquivado em
  • Trends
Região
  • LATAM
Conecte-se conosco

Nós entraremos em contato em breve.

A Infor valoriza sua privacidade.